Wednesday, 4 Aug 2021

VOCÊ CONHECE SEU ESTILO?

Desde nosso primeiro contato com o mundo somos influenciados por alguém. No início da nossa vida, por exemplo, os representantes legais, como os pais ou outros parentes exercem esse papel. E esse processo de influência não termina nesse primeiro momento, ele se repete em cada fase da nossa vida. 

Na infância aprendemos o que é certo e errado a partir da perspectiva de nossos familiares. Durante a adolescência, somos influenciados socialmente por amigos, colegas de escola e pessoas que possuem outros tipos de convívio. Também nessa fase somos apresentados ao mundo e conhecemos coisas diferentes das quais nos foram apresentadas na infância. 

Na vida adulta, essas influências também estão ligadas ao nosso convívio social, as experiências que adquirimos ao longo da vida no processo de formação, assim como nossos costumes e gostos. Ao longo de todas as fases da nossa trajetória de vida, contamos também com a influência de elementos externos. Produtos do entretenimento como filmes, livros, séries e novelas são peças importantes que tem uma parcela de responsabilidade na construção de opiniões que fazemos ao longo da vida.

Assim como nossos gostos são influenciados por questões externas, nossas percepções sobre a moda não seriam diferentes desse movimento já apresentado anteriormente. Além de estar ligada ao nosso estilo, a moda é um grande meio de comunicação que, muitas vezes, não precisa ser explicado para quem está vendo. Isso porque a moda já fala por si só. 

Isso acontece por causa do código de vestimenta mais conhecido com Dress Code, que é um conjunto de regras criado para diferentes situações. Por exemplo, quando estamos no hospital, os profissionais da saúde automaticamente estarão usando jalecos brancos. Se nesse mesmo hospital vemos pessoas de terno e gravata, logo entendemos que eles são seguranças do local. 

O que muitas pessoas não percebem é que a forma como você se veste nem sempre é a forma como você gostaria de estar vestido. Isso porque mesmo sem perceber, toda a informação externa que recebemos diariamente através do que vemos ou escutamos, impõe como você deve se vestir, pois de acordo com os padrões apresentados pela sociedade, aquela forma é a “correta”. 

Como podemos ver essas influências na moda? 

Você provavelmente já leu ou ouviu sobre algumas “regras” da moda. Um exemplo disso  são as sentenças de que pessoas gordas não podem usar roupas com listras na horizontal, pois isso dará um efeito de corpo achatado. Em seguida, essa mesma regra indica o uso de listras na vertical para obter o efeito de alongar a silhueta. 

Foto: Unsplash/Charlota Blunarova

Esse efeito realmente ocorre devido a poderosa ilusão de ótica. Entretanto, essa informação não foi questionada se as pessoas realmente ligavam para esse fato, o que acontece é que simplesmente impuseram algo porque quiseram. 

Não se sabe exatamente onde essa “regra” surgiu, mas é um discurso muito reproduzido até hoje. Consumimos muito pelo o que vemos e nem sempre estamos usando alguma peça porque realmente gostamos. 

E eu, Marina Campos, já vivi essa experiência. Na minha adolescência passei por um período complicado, vestia roupas que não tinham nada a ver com o que eu gostava. Eu as vestia, pois via em blogs e revistas e achava que aquela era a forma mais correta. O que consumia sobre moda não me fazia vestir de forma parecida, como uma inspiração, mas como uma cópia do que eu via. Hoje vejo o quanto fui influenciada pela ditadura da moda.

No meu momento de vida atual, consigo ter plena consciência do que gosto e o que me ajudou muito nesse processo foi entender meu estilo. Pensando nisso, existem algumas formas de ajudar na sua autodescoberta, confira a seguir!

Use os blogs a seu favor e conheça os diferentes estilos 

Sites e páginas voltadas para o mundo da moda podem e devem ser usados para essa descoberta. Ao invés de você copiar tudo que é apresentado ali ao pé da letra, sem entender o que você gosta, use esses locais como fonte de análise. ESTUDEM os estilos que são citados nesse espaço e tente entender o que mais combina com você.

Um site que me ajudou muito nesse processo é o Steal The Look . A página é um ótimo lugar para você fazer esse tipo de pesquisa de estilo. Outra página super legal do Instagram para você seguir é o Moda Cotidiana. O perfil também pode te ajudar nesse processo, com várias dicas que podem te auxiliar no seu processo de descoberta de estilo.

Se puder, procure um profissionais da área

Buscar um profissional da moda para te ajudar nessa descoberta é sempre válido, pois ele desempenha esse papel de te ajudar a fazer essa autodescoberta de uma forma mais prática. Se você tem condições financeiras, não pense duas vezes em investir em contratar alguém da área da moda. 

O estilo é algo muito pessoal e tem que ter a ver com você. Não persiga apenas as tendências e mantenha a sua essência sempre, pois  a tendência vai e volta sempre. Não é brega estar fora da “moda”, o que é realmente brega é você passar a vida inteira sendo tudo, menos você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *