Tuesday, 28 Sep 2021

MARCELO TOFANI FALA SOBRE “NÃO BEIJEI NINGUÉM”, PRIMEIRO SINGLE-SOLO APÓS FIM DO ROSA NEON

Marcelo Tofani

(Foto: Sarah Leal/Divulgação)

No último mês de junho, Marcelo Tofani voltou ao cenário musical através da contagiante Não Beijei Ninguém. Lançada no dia 22, a canção marca o seu retorno desde o fim do Rosa Neon, em março deste ano, e apresenta a personalidade e versatilidade construídas pelo artista ao longo de sua carreira. A música é uma miscelânea sonora: reggaeton, forró, sertanejo… é possível identificar de tudo um pouco em suas batidas, ao mesmo tempo que clipe e letra são compostos de muita brasilidade e também humor – algo que já é característico nos trabalhos de Tofani. Em entrevista à Revista Galaxy, o artista fala um pouco mais sobre o single, a cena musical em Belo Horizonte e também conta os próximos passos da carreira solo.

História, sonoridades e referências de Não Beijei Ninguém

Antes mesmo do fim do Rosa Neon, que foi um dos principais destaques da música mineira em 2019, a carreira solo de Marcelo Tofani sempre esteve ativa, mesmo que de forma espaçada. Entre a agenda apertada de shows e clipes, todos os integrantes do grupo faziam questão de permanecer com seus trabalhos solos e parcerias com demais artistas – como foi o caso de Tofani, através de singles como Falei Demais (Sest, Clara x Sofia), Balada dos 9 Raios, Te Ver Foi Demais e 2032. No meio de tudo isso, o cantor já havia começado a compor o atual lançamento, porém, a gravação da música e do clipe só vieram após o fim da banda.

Como o próprio cantor destacou, Não Beijei Ninguém aborda sobre uma situação clássica entre casais. “É sobre aquele momento da pessoa voltando pra casa depois de um rolê e explicando pra namorada(o): ‘olha, não fiquei com ninguém, tá tudo bem, fica bem comigo de novo, tô tentando te ligar e você não me atende’, sabe?”. O enredo da canção é simples e direto, já o videoclipe vem pra adicionar uma pitada de fantasia à história junto ao um cenário tipicamente brasileiro. “O cara toma uma bebida muito louca, que já tá parada há anos, e começa a ver a galera do bar se transformar em entidades, em mulheres meio vampiras, que ficam tentando pegar ele. E ele saindo fora. A gente queria que fosse uma coisa bem familiar, aquele bar que parece que é o da esquina da sua casa, que na hora você identifica”, comenta Tofani.

Por mais que a música fale sobre uma situação muito factual, o cantor reitera que a letra também é extremamente irônica e fantasiosa, sem a pretensão de retratar uma situação pessoal ou de trazer uma discussão entre certo e errado. “Faz tempo que eu tô querendo falar sobre como todo mundo pessoaliza a arte hoje em dia. Toda arte tem que ser um quê de diário, logo, eu não vou falar sobre uma história que inventei ou algo que vi acontecendo e quero retratar. Isso me deixa um pouco preocupado. Será que a gente vai ser preso às coisas que a gente mesmo vive? Na arte, você tá sempre falando sobre você mesmo?”.

Essa comicidade e ironia sempre esteve presente nos trabalhos do cantor mineiro, como é o caso de Não Beijei Ninguém, mas também da divertida Naruto Com Você. Sobre isso, Tofani afirma que a intenção nunca foi colocar o humor como guia de seus trabalhos, pois isso surge de forma muito espontânea. “É muito natural pra mim falar de uma coisa que pode parecer profunda a primeiro momento, e aí do nada eu faço uma piada que desmancha toda aquela história, sabe? Eu gosto muito disso. E isso não é novo na música pop, seja qual gênero for. Então acho que isso acaba refletindo nas coisas que faço”.

A referência à cultura pop também está manifestada na sonoridade da canção. A pegada pop nos trabalhos do cantor já vem desde o Rosa Neon, mas agora, isso se dá de forma muito mais cristalizada. A música é uma miscelânea sonora: reggaeton, forró, sertanejo… é possível identificar de tudo um pouco em suas batidas. Tofani afirma que essa “esponja sonora” vem da sua própria experiência com a música. “Eu ouço muito de tudo. Parece que não existe um filtro na minha cabeça de barreiras de gêneros musicais, essas coisas. Tudo o que eu ouço me influencia, então isso se reflete no meu trabalho”.

Mas como artista pop, não deixa de destacar a sua preferência do momento: o reggaeton. “Comecei a pirar muito em Bad Bunny, J-Balvin, Karol G, vários artistas. Ter essas figuras latinas nessas posições é uma parada que faz com que a gente se identifique, então os ritmos pop latinos são as coisas que eu mais tenho ouvido e que têm mais refletido no meu som”.

A Quadrilha e os próximos passos de Marcelo Tofani

O novo single também revive a parceria de anos com Djonga, através do selo A Quadrilha – criado recentemente pelo rapper mineiro e pela artista Malu Tamietti. Além disso, a música também conta com a distribuição da Altafonte. O último clipe do Rosa Neon, A Gente é Demais, também foi lançado através do novo selo, então a parceria com o cantor permanece após o fim da banda.

“Em Belo Horizonte, quem faz rap cola com quem faz pop, que cola com quem faz mpb, que cola com quem faz samba…  E não é um colar de Instagram, tipo, a gente só encontra pra fazer música. Não! A gente joga bola juntos, faz churrasco juntos. Então eu sinto que a cena musical daqui é muito rica por causa disso.”

(Foto: Altafonte/Divulgação)

Quando questionado sobre o que o público pode esperar daqui pra frente, Marcelo Tofani afirma que, pelo menos durante esse ano, a ideia é permanecer trabalhando em singles-solo e parcerias. Já o segundo álbum deve vir apenas no ano que vem. “Pra mim, é doído fazer um álbum porque eu sou muito ansioso, então eu quero ir pra uma casa, montar um estúdio e gravar esse álbum inteiro em duas semanas. Não quero fazer aquele processo comum de álbum que é ficar quase um ano gravando. Esse processo me mata! Talvez a internet tenha deixado a gente meio maluco assim, querendo as coisas muito rápido, mas é o meu jeitinho… fazer o quê?”. O próximo single, Veio Com Vontade, já chega na próxima segunda-feira, dia 2 de agosto.

Capa do single Não Beijei Ninguém (Foto: Altafonte/Divulgação)

Confira Não Beijei Ninguém nas plataformas digitais:

Spotify
YouTube

Siga Marcelo Tofani nas redes sociais:

Instagram
Youtube
Spotify

1 thought on “MARCELO TOFANI FALA SOBRE “NÃO BEIJEI NINGUÉM”, PRIMEIRO SINGLE-SOLO APÓS FIM DO ROSA NEON

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *